As três coisas que destroem o Mundo e o homem

0
161

O Pirkei Avos ou Pirkei Avot(Ética dos Pais), um dos mais clássicos livros de Mussar e um dos mais conhecido atualmente, comenta em um de seus pasukim que “Rabi Elazar HaCapar disse: ‘O kinah(ciume), o ta’ava(desejo/vontade), e o kavod(busca de honrarias) arrebatam o homem do mundo'”1. Nesse simples pasuk deste livro de Mussar existe uma Chochmah muito grande, pois se olharmos para a Torah, vamos ver que esse pasuk está plenamente ligado com a história do Mundo.

Porém, para entendermos melhor do que Rabi Elazar está falando, vamos entender a profundidade de cada conceito que foi citado por ele.
A primeira das três coisas que podem retirar o homem do mundo é Kinnah, que significa “ciúme”. A essencia do conceito de “ciúmes” é a quebra da relação entre o homem e o homem.
Ta’ava(תאוה)(vontade/desejo sem limites) é a segunda coisa que remove o homem do mundo, que podemos entender como a quebra da relação entre o homem e si mesmo(yetzer hara).
A terceira e última coisa, citada por Rabi Elazar, é o Kavod que significa a “busca por honrarias”, que por sua vez é a quebra da relação entre o homem e D’us. Vemos nesse conceito que o homem quer eternizar seus atos, ser reconhecido de forma grande e ser honrado e invulnerável como D’us. Este é realmente o desejo mais profundo no homem.

Se olharmos na Torah, todos os três princípios existem no pecado de Adam e Chavah. Vejamos.
No momento em que o serpente tenta Chavah, apresentando o seguinte argumento: “no dia em que comerdes desse fruto, vossos olhos se abrirão, e sereis como D’us”2, repare que o serpente usa como argumento o kavod, dizendo a Chavah “sereis como D’us”.
Logo no pasuk seguinte, Chavah vê “que a árvore era boa para se comer e desejável era aos os olhos”(ta’ava la’einayim)3, Chavah nesse momento tem o Ta’ava(desejo) proibido de comer da Etz Da’at, na qual naquele momento não era correto.
Ainda no mesmo pasuk da Torah, Chavah pegou o fruto “e deu a seu marido, e ele também comeu”, nesse momento o Rashi explica que “ela pensou: ‘Eu não quero que ele se case com outra pessoa. Se eu morrer, ele vai comigo.'”, aqui temos o último elemento Kinnah(o ciúme).

Apartir deste ponto D’us faz o homem mortal, coloca Cherubin‎ e a espada flamejante para guardar o antídoto para a morte física – a Etz Chayim(Árvore da Vida), para que o homem não “tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente”4.

(Se observarmos só encontraremos Cherubin em apenas um outro lugar, que é a Arca Sagrada, sobre ela encontrava-se os Cherubin. Que por sua vez, também guardavam algo que também é chamada de Etz Chayim, que é a Torah. Após isso, é como que D’us a estivesse dizendo: “Esquecer a imortalidade física. Canaliza sua força na Torah a Etz Chayim que é a Árvore da Vida Espiritual”, como querendo dizer, é através da Torah, você vai encontrar a imortalidade espiritual, que é a verdadeira imortalidade.”)

Partir do pecado de Adam e Chavah o objetivo da humanidade é voltar ao estado em que se encontrava Adam antes do pecado.
Sabemos que em seguida acontece a morte de Hevel5 por seu irmão Kain(cujo o nome compartilha da mesma raiz da palavra kinnah), que representava a humanidade foi dado a ele o teste de kinnah(ciúme) e uma oportunidade para corrigir o pecado de Adam e Chavah nesta área(kinnah). Como é visto Kain falhou e matou Hevel.
Na época do Mabul, a Torah nos conta que “toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra.”6, havia luxúria “sobre a terra” e a humanidade seguia suas próprias desejos e vontades e isso corrompeu toda carne. Nesse momento a humanidade falha na Ta’ava.
Na construção da torre de Bavel foi dito: “Vamos construir uma torre para alcançar o céu.”7. Nimrod foi o lider e seu nome deriva de “ma-rádh” que significa “rebelar”, e de fato sabemos que Nimrod se rebelou contra D’us. E assim, o humanidade falhou no teste de kavod. Pois o homem novamente buscou ser honrado.

A humanidade falhou os três testes. Logo um “novo sistema” tem que estar no lugar. Agora já não é toda a humanidade que deve corrigir as três falhas, mas apenas um pequeno grupo dentro da humanidade é dada a tarefa. Os descendentes de Avraham, Yitzchak e Yaakov, pois assim retificaram das três falhas para esse povo.
Como é sabido a característica especial mais conhecida de Avraham Avinu é Chesed(Bondade). Podemos definir a essencia de kinnah(ciúme/inveja) como sendo “aquilo que você tem, que eu quero” e podemos definir Chesed como sendo “aquilo que eu tenho, eu quero compartilhar”. Sendo assim o Chesed de Avraham é a retificação de Kinnah.
Yitzchak, por sua vez, representa a submissão completa a D’us, que é Avodah HaShem, que só pode ocorre através da aceitação do jugo Divino. Como descrito na Torah pela oferta simbólica de Yitzchak no altar. Yitzchak não contraria a vontade Divina e se submete sem resistência algum. O Avodah de Yitzchak é a retificação de kavod.
Yaakov representa o estudo da Torah, como esta escrito “e Yaakov era um homem inocente que se sentou nas tendas”8. Assim como disse HaShem ao povo yehudi: “que eu criei o yetzer hara, e criei a Torah como o antídoto”9, com isso a única forma de lutar contra o yetzer hara é o estudo de Torah. O Estudo da Torah de Yaakov é a retificação de ta’ava.

Através disso os três patriarcas retificaram as bases das três “raízes”. Assim, os patriarcas estabeleceram os três pilares(as bases) em que o mundo se mantêm. Como Shimon, o Tzadik(que foi um dos últimos membros da Grande Assembléia), costumava dizer: “O Mundo se mantêm sobre três coisa: (o estudo da) Torah, o serviço(a D’us, que é chamado de “Avodah”, também pode significar oferendas) e os atos de bondade.”10. Estas são as armas contra as três “raízes” do mal.
O papel do povo yehudi após isso, em poucas palavras, é lutar contra as três frentes de kinna, ta’ava e kavod utilizando os três pilares estabelecidos pelos patriarcas. Só assim, o yehudi se torna uma “luz para as nações” para trazer toda a humanidade de volta para o estado anterior ao pecado de Adam, ou seja, retificação das três “raízes” do mal. E certamente ajudando a elevarem espiritualmente, e assim, apressando a vinda do único e verdadeiro Mashiach Ben David. Que seja muito em breve em nossos dias. Amém!

  1. 1 – Pirkei Avos 4:21
  2. 2 – Bereishis(Gênesis) 3:5
  3. 3 – Bereishis(Gênesis) 3:6
  4. 4 – Bereishis(Gênesis) 3:22
  5. 5 – Bereishis(Gênesis) 4:8
  6. 5 – Bereishis(Gênesis) 6:12)
  7. 6 – Bereishis(Gênesis) 11:04
  8. 7 – Bereishis(Gênesis) 25:27
  9. 8 – Kidushin 30
  10. 9 – Pirkei Avos 1:2

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here