Da’at

Da'at (דעת), que significa "Conhecimento", é o terceiro e último poder consciente do intelecto na Criação.

0
47

Da’at (דעת), que significa “Conhecimento”, é o terceiro e último poder consciente do intelecto na Criação.

Geralmente, Da’at só é enumerada entre as sefirot quando Keter não está na árvore. Isto é devido ao fato de que Da’at representa o reflexo de (a dimensão interna) de si mesmo dentro do domínio da consciência. Com isso aparece na configuração da sefirot ao longo do eixo central, diretamente abaixo de Keter; E, corresponde no tzelem Elokim ao cerebelo (cérebro posterior).

Da’at está associado na alma com os poderes da memória e da concentração, poderes que dependem do “reconhecimento” (hakarah) e da “sensibilidade” (hergesh) para o potencial de significância dessas idéias geradas na consciência através dos poderes de Chochmah e Binah. Essa sensibilidade em si deriva da conexão Da’at com a origem superconsciente da alma.

Em geral, Da’at opera em dois níveis: o nível superior, conhecido como da’at elyon (“conhecimento superior”) ou da’at hane’elam (“o conhecimento oculto”), serve para garantir a ligação contínua entre os dois poderes superiores do intelecto – Chochma e Binah; O nível inferior, conhecido como da’at tachton (“conhecimento inferior”) ou da’at hamitpashet (“ampliar o conhecimento”), serve para conectar o intelecto como um todo com o domínio da emoção, aumentando a determinação e a determinação de alguém Agir de acordo com as verdades essenciais que se integrou na consciência.

Da’at elyon = Conhecimento maior

Da’at hane’elam = Conhecimento escondido

Da’at tachton = Conhecimento mais baixo

Da’at hamitpashet = Conhecimento Extendido 

Deste nível de Da’at é dito (Provérbios 24: 4): “os quartos estão cheios de Da’at”. “Os quartos” são as câmaras do coração, as emoções da alma, como aludiu a palavra “cheder”, “quarto”, no sentido de espaço/câmara, que é um acrônimo para Chesed-Din-Rachamim = Bondade-Julgamento-Misericórdia, as três principais emoções da alma. Como é conhecido Din (Julgamento) é um nome alternativo para a seforit de Gevura, e Rachamim (Misericórdia) é a motivação interna de Tiferet. Com isso, a consciência interior de Da’at enche esses quartos e as anima como a alma para o corpo.

No Zohar, esse nível de Da’at é referido como “a chave que inclui seis”. A “chave” da Da’at abre as seis câmaras (atributos) do coração e as enche de força vital. Cada uma dessas seis câmaras, quando cheio de Da’at, é referida como uma dei’ah particular (“atitude”, da raiz do Da’at) da alma.

Da’at = 474. Dei’ah = 79. 474 = 6 x 79

Da’at inclui (e gera) seis dei’ot.

O estado espiritual identificado em Chassidut como correspondente ao sefirah de Da’at é o de yichud (“unificação”).

SHARE
Previous articleBinah
Next articleChesed

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here